INTRODUÇÃO (1)

O ÚLTIMO LIVRO DA BÍBLIA

O Apocalipse fecha a coleção de livros da Sagrada Escritura e é o único dentro do Novo Testamento de caráter profético.  A Igreja recorreu a ele com frequência, sobretudo na Liturgia, para cantar o triunfo de Cristo ressuscitado e o esplendor de Jerusalém celestial, símbolo da Igreja no seu estado glorioso.

Pode se ver certo paralelismo entre o Apocalipse e o livro do Gênesis. Neste se apresenta o começo de tudo o que existe, mediante a ação criadora de Deus. No Apocalipse, com um simbolismo semelhante ao do Gênesis, fala-se extensamente da nova criação (Ap 21,1.5),inaugurada com a Redenção de Cristo e que culminará com a Sua segunda vinda no fim da história.

Os últimos capítulos citam o rio que regava o paraíso (Ap 22,1). Compare com (Gen 2,6); E a árvore da vida (Ap 22,14), compare com (Gen 2,9).

Estamos diante de um livro difícil e profundo. Mas ao mesmo tempo as suas palavras iluminam intensamente a figura de Cristo glorioso e despertam a esperança da vida eterna.