ELEMENTOS NUCLEARES: ORAÇÃO (5)

NA ORAÇÃO

Deve-se buscar na oração aplicações imediatas, mudanças de comportamento?

Não! Pois, a escuta, que é própria da oração dos Exercícios Espirituais, deve nos levar:

  • Renúncia ao emocionalismo;
  • Renúncia ao moralismo utilitarista, que busca obter regras de comportamento, propósitos.

A oração visa criar uma proximidade com o mistério (Pai, Filho e Espírito Santo).

A oração é uma celebração de Aliança interpessoal (Eu e Deus), em que as eventuais mudanças de comportamento serão fruto da relação estabelecida e não de um processo de minha vontade, que com frequência é mais conduzido pelo voluntarismo do que pelo Espírito de Deus.

Guarde esta observação: “Mudanças comportamentais não indicam necessariamente oração; mas sempre que houver oração haverá alguma mudança comportamental”. Pois, ninguém se aproxima de Deus e sai do mesmo modo (podemos verificar na Sagrada Escritura: AT e NT, quantos exemplos).

Então exercitante, ao terminar os Exercícios Espirituais:

  • Você experimentou diversas formas de oração;
  • Criou em você um gosto profundo pela oração, que irá permitir na sua vida cotidiana, sempre um retomar às possibilidades de seu caminho espiritual.