SENHOR, TU ME SONDAS E ME AMAS… (Sl 138/139,13-18)

Iniciação à experiência dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio e Princípio & Fundamento

14º EXERCÍCIO – 14 de Julho de 2020

A meditação deve estar sempre envolvida pelo afeto, pelos sentimentos. Deus é Pai de todos e nos ama imensamente. Somos filhos no Filho! E quem tem o mesmo Pai é irmão!

Sentir e saborear as coisas internamente… (EE 2).Sabedoria”, “sabor”  e “saber” tem a mesma raiz: sapere/sapientia. O fast food, comida rápida, não é bom para o corpo nem para a vida espiritual. Devorar sem mastigar não faz bem!

  • Busque, pois, um lugar tranquilo e prepare-se para a oração. Respire fundo e tranquilize seu coração. Se for possível, lembre a versão musical do salmo 138/139 Tu me conheces quando estou sentado…  e deixe-se envolver pela musicalidade… E, com fé, faça humildemente o Sinal da Cruz sobre o seu corpo…
  • Faça a oração preparatória: Que todas as minhas intenções (pensamentos), ações e operações (sentimentos) sejam puramente ordenadas e a serviço do Senhor…
  • Peça a graça de que você precisa neste momento: Reconhecer a Deus como seu Criador e Senhor e por isso sentir-se profundamente amado. Tudo concorre para o bem daqueles que amam o Senhor!  Desse modo, será uma testemunha alegre e atuante da sua bondade.
    • Leia com fé o Salmo (138/139,1924) e pare na frase ou palavra em que encontrar maior sentido.
    • Oxalá exterminasses os ímpios, ó Deus, e se apartem de mim os sanguinários! Eles se revoltam insidiosamente contra ti e se insurgem como teus inimigos. Pois, não hei de odiar, Senhor, os que Te odeiam? Os que se levantam contra ti, não hei de abominá-los?
    • Eu os odeio com ódio mortal, eu os tenho como meus próprios inimigos…
    • Foste Tu que plasmaste as minhas vísceras e no seio materno me tecestes. Por tão grande prodígio vos dou graças, maravilhosas são as tuas obras…

Passeie com Ele pela sua história, desde o início, no seio materno… Ele sempre o envolveu de ternura… Que maravilha sou eu, Senhor!

Eis que me conhecias por inteiro, quando fui modelado ocultamente, nas entranhas da terra cinzelado. Vias-me, então, as fibras mais secretas, por ti foram previstos os meus dias… Todos estão escritos no teu livro, antes que despontasse qualquer deles… A sua vida está sempre em tuas mãos, Senhor…

– Quão insondáveis são teus pensamentos! Impossível enumerá-los um a um! Se os contar são mais numerosos do que grãos da areia. E se chego ao fim ainda eu te encontro… O amor de Deus é envolvente, mistério insondável, e se revela aos poucos na vida de todos. Nunca termina!

  • Encerre sua oração com um colóquio de agradecimento. Como alguém que foi enormemente agraciado… Finalizando, reze o Pai-nosso.
  • Revisão da oração. Reveja como se sentiu neste exercício e anote no seu caderno de vida: Data de hoje… O versículo e as palavras que mais o (a) tocaram… Sentimentos experimentados… Apelos sentidos… Dificuldades ou resistências encontradas…
Fonte: Centro de Espiritualidade Inaciana – ITAICI, Vila Kostka