SOMOS POVO DE DEUS

Iniciação à experiência dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio e Princípio & Fundamento

27º EXERCÍCIO – 27 de Julho de 2020

Não é fácil viver em comunidade, mas ela nos purifica dos nossos excessos e evangeliza “cristificando-nos”. Não há pessoas nem organismos perfeitos, mas todos incompletos e necessitados de salvação.

Em cada ser humano recapitulam-se todas as tendências da humanidade, o melhor e o pior.  Todas coexistem em cada um de nós: vida e morte, amor e ódio… Quem é “normal”? Nossa imensa diversidade é dom do Pai; ela é um convite para viver evangelicamente: acolher e amar.

Somos povo de Deus, reunidos em Jesus Cristo pelo Espírito do Amor. Amar é nossa missão!

  • Entro na oração. Pacifico-me, respiro em profundidade, lentamente. Penso no meu encontro com o Senhor e faço o sinal da Cruz sobre o meu corpo.
  • Oração preparatória. Meu Deus, que todos os meus pensamentos, desejos e ações estejam ordenados unicamente ao vosso serviço e louvor. Amém!
  • Peço ao Senhor a graça que desejo alcançar neste exercício: Como criatura amada de Deus Pai e irmão de todos, sem distinção de raça, gênero ou religião, louvo ao Senhor em tudo e por tudo.
  • Medito texto bíblico indicado: Salmo 99 (100). Leio o texto, versículo por versículo, saboreando-o.Lembro que, atrás de cada palavra, está o Senhor que me fala hoje…
    • “Vejo”, com os olhos da imaginação, todos os meus parentes e pessoas com quem convivo… Aquelas que amo e também as pessoas que ainda não amo bastante… Percebo nelas a presença criadora do Senhor da Vida e a presença Redentora do Cristo Ressuscitado?…
    • A todos convido para aclamar, servir, glorificar ao Senhor, porque “Sua Misericórdia é eterna e sua fidelidade se estende de geração em geração…” (Sl 100, 5)
  • Encerro a oração com um colóquio. Diálogo com o Senhor, de amigo a Amigo, sobre aquilo que meditei neste exercício, agradecendo por cada uma das pessoas que encontro e encontrei na minha vida… Rezo o Pai Nosso e saio suavemente da oração.
  • Revisão da oração. Reveja como se sentiu neste exercício e anote no seu caderno de vida: data de hoje; versículo ou palavras que mais o (a) tocaram; sentimentos experimentados (Consolado? Desolado?…); apelos sentidos; dificuldades ou resistências encontradas…
Fonte: Centro de Espiritualidade Inaciana – ITAICI, Vila Kostka