O APELO DO REI ETERNO

Este exercício visa ligar esta etapa de purificação (1ª Semana dos EE) que está finalizando à próxima, de iluminação  e seguimento (2ª Semana dos EE). O Senhor nos chama para estar com Ele e aprender o seu jeito de se relacionar com o Pai e os outros.

Lembre a experiência de exultação e encantamento quando alguém muito querido o (a)  convidou para uma empresa. Você disse SIM, sem medir as consequências. Eis o exercício:

1ª parte: O chamado do rei temporal ajuda a contemplar a vida do Rei eterno.

A oração preparatória seja a de costume.

1º preâmbulo, composição vendo o lugar: será aqui ver, com o olhar da imaginação, as sinagogas, cidadezinhas e povoados por onde Cristo N. S. pregava.

2o preâmbulo, pedir a graça que quero. Pedirei a Nosso Senhor a graça de não ser surdo a seu chamado, mas pronto e diligente para cumprir sua santíssima vontade.

1o ponto. Imaginar, diante de mim, um rei humano, escolhido pela mão de Deus Nosso Senhor, a quem reverenciam e obedecem a todos os príncipes e homens cristãos.

2o ponto. Observar como este rei fala a todos os seus, dizendo: Minha vontade é conquistar toda a terra dos inimigos. Portanto, quem quiser vir comigo há de contentar-se com imitar-me no comer, beber, vestir, e assim por diante. Do mesmo modo, há de trabalhar comigo de dia e vigiar de noite, a fim de que tenha depois parte comigo na vitória, como a teve nos trabalhos.

3o ponto. Considerar o que os bons súditos devem responder a um rei tão generoso e humano. E, pelo contrário, quanto seria digno de ser censurado por todos e tido por perverso cavaleiro quem recusasse o apelo de um rei como ele.

2a parte. Consiste em aplicar este exemplo do rei deste mundo a Cristo Nosso Senhor, conforme os três pontos seguintes:1o ponto. Se julgarmos esta convocação do rei deste mundo digna de ser tida em conta, quanto mais será digno de consideração ver Cristo Nosso Senhor, Rei eterno, com o mundo inteiro diante dele, que chama todos e cada um em particular, e diz: Minha vontade é conquistar o mundo inteiro, vencendo todos os inimigos, e assim alcançar a glória do meu Pai.Portanto, quem quiser vir comigo há de trabalhar comigo, a fim de que, seguindo-me na luta também me siga na glória.

2o ponto. Considerar como todos os que tiverem juízo e razão se oferecerão inteiramente para esse trabalho.

3o ponto. Os que quiserem afeiçoar-se e distinguir-se mais em todo serviço do seu Rei eterno e Senhor universal, não apenas se oferecerão inteiramente para esse trabalho, mas ainda, agindo contra sua sensualidade e contra o seu amor carnal e mundano, farão oferendas de maior valor e importância, dizendo:

Eterno Senhor de todas as coisas, eu me ofereço, com vossa graça e ajuda, diante de vossa infinita bondade, de vossa Mãe gloriosa e todos os santos e santas da corte celestial: Quero e desejo, e é a minha determinação deliberada, desde que seja para o vosso maior serviço e louvor, imitar-vos em passar todas as injúrias, todas as afrontas e toda a pobreza – tanto material quanto espiritual – se vossa santíssima Majestade me quiser escolher e receber nesta vida e estado.

Nota. Este exercício se fará duas vezes no dia: Se quiser, pode ler e meditar em Marcos 8, 27-30 e depois em Marcos 9, 1-8.

NB. Acabada esta etapa de purificação, tendo se exercitado nos Exames de Consciência, na Meditação e feito sua Confissão geral você pode iniciar a Segunda Semana, e entrar na Via iluminativa.

Fonte: Centro de Espiritualidade Inaciana – ITAICI, Vila Kostka