QUE FAÇO? QUE DEVO FAZER?…

Quem principia este caminho espiritual é como plantar um jardim em terra ruim e com ervas daninhas. Afofar a terra e retirar as ervas malignas é o primeiro passo, antes de plantar a boa semente. É isso que estamos fazendo. Depois, precisamos aguar o que foi semeado. Santa Teresa diz que há quatro maneiras de regar:

A primeira, mais trabalhosa e cansativa, é a de tirar água do poço. Todos nós começamos assim, com a força e o ânimo que Deus nos dá. Etapa de purificação e de fé e não de tanta caridade, pois estamos muito centrados em nós mesmos, preocupados em corrigir nossos vícios e pecados.

A segunda maneira de aguar o nosso jardim é tirá-la com nora e engenhos, movidos por um torno. Dá menos trabalho e produz mais água. Etapa de maior clareza no seguimento do Senhor. Começamos a olhar para os outros e suas necessidades. Isto nos faz mais solidários e humildes.

A terceira é trazer a água de um rio ou arroio; rega-se muito melhor e a terra fica bem molhada. Não precisa aguar frequentemente e o esforço é muito menor. Etapa de maior gratuidade no serviço aos outros, perseverando no serviço apesar dos mal entendidos e agressões. É só por amor que continuamos caminhando na Igreja do Senhor.  A quarta: chuvas frequentes e sem nenhum trabalho nosso. É uma etapa mística, de entrega total a Deus e aos mais necessitados, superando extraordinariamente os limites dos sentidos. Disponibilidade máxima, sem cansaço nem impedimentos aparentes.

  1. Coloque-se na presença de Deus e faça o santo sinal da Cruz.
  2. Faça a Oração Preparatória e peça a Deus nosso Senhor para que todas as suas intenções (pensamentos), ações e operações (sentimentos) sejam, neste momento, puramente ordenadas e colocadas a serviço e louvor de sua Divina Majestade.
  3. Peça com sinceridade que nada o desvie do seu Princípio e Fundamento: Ser filho no Filho e irmão de todos.
  4. Leia com fé Isaias 55, 1-13. Como do céu desce a chuva…
  5. A seguir, finalize sua oração com um colóquio de aliança e entrega.
  6. Faça também a sua avaliação: Como se sentiu? Apelos sentidos? Dificuldades encontradas?
Fonte: Centro de Espiritualidade Inaciana – ITAICI, Vila Kostka