Transformar

Lc 21,20-28: Levantai-vos e erguei a cabeça, porque vossa libertação está próxima.

O advento está a porta, e estamos nos preparando para o Senhor que liturgicamente vem, se misturar a nós. Aproveitemos este encontro com Deus em nossa vida cotidiana. Preparemo-nos com alegria.

Que sejamos, eternos colaboradores, em vista de uma sociedade mais justa, mais fraterna, pois o Senhor vem e descerá numa nuvem, com poder e glória, convidando a cada um de nós a sermos construtores da paz, neste mundo em transformação, onde ainda, existe muita intolerância e divisões. Transformai-nos, Senhor, em instrumento da vossa paz.

No Evangelho de hoje, Jesus profetiza a destruição da Cidade Santa. Cristo, recomenda que fujam com agilidade, porque é tempo de aflição em Jerusalém, conforme já profetizado no AT, onde Is 5,5-6, dizia: “Deus castiga Israel por suas infidelidades”.

A Tradição considera Jerusalém como figura da Igreja. E, mais tarde em Ap 21,2, será chamada de “Jerusalém celeste”.

Então, ao atribuirmos à Igreja (hoje) os sofrimentos da Cidade Santa (Jerusalém), pode ser considerado como figura das contradições que sobrevém à Igreja peregrina por causa dos pecados dos homens, pois “ela própria vive entre as criaturas que gemem com dores de parto à espera da manifestação dos filhos de Deus” (Lumen gentium, 48).

Nos vers. 27-28, o Senhor aplica sobre si mesmo a profecia de Daniel (7,13-14), fala de Sua vinda gloriosa no fim dos tempos. Onde contemplaremos o poder e a glória do Filho do Homem, que vem para julgar os vivos e os mortos. Este juízo compete a Cristo também enquanto homem. A Sagrada Escritura descreve a solenidade deste juízo. Nele confirma-se a sentença dada já a cada um no juízo particular, e brilharão com total resplendor a justiça e a misericórdia que Deus teve com os homens ao longo da história.

Essa vinda do Senhor, dia terrível para os maus e dia de gozo para os que forem fiéis. Os discípulos irão se levantar, à cabeça com gozo, porque se aproxima a redenção. É o dia do prêmio da vitória obtida por Cristo na Cruz – vitória sobre o pecado, sobre o demônio e sobre à morte.

Preparemo-nos com alegria neste advento!