CONHECIMENTO. Para que um ato possa ser qualificado moralmente, exige-se a intervenção das potências racionais da inteligência (advertência) e da vontade (consentimento) – o homem conhece o objeto e delibera se deve ou não tender para ele; a vontade tende para o objeto porque o deseja como um bem ou se afasta, rejeitando-o como um mal. A “advertência” deverá ser ...

Os homens são os únicos seres que possuem a razão, capacidade de relacionamento e também ir além da realidade imediata. Os homens em contato com esta realidade, apreendem esta realidade e confrontam com o seu eu, sua cultura, sua história, e nesta relação, como seres pensantes, se estrutura o conhecimento humano. Já o processo do conhecimento mostra aos homens que ...