OS ÍDOLOS QUE TEMOS

Gritos histéricos, lágrimas de emoção, horas na fila para assistir a um jogo ou a um show… Apaixonamo-nos facilmente, mas todo ídolo tem data de validade, e ela dura pouco tempo.

O ídolo, seja qual for sua classe ou tipo, desvia o coração de objetivos mais importantes. Quem focaliza sua vida para coisas passageiras está fadado ao descarte contínuo e ao desencanto.

A Bíblia nos lembra para amar a Deus com todo o coração, com toda a alma e com todo o entendimento e ao próximo como a si mesmo. Certamente há valores importantes que devemos cultivar e cuidar: honestidade, integridade, solidariedade, pacifismo… Fora disso tudo é banal e efêmero.

Fama e dinheiro podem ser interessantes, mas não definem o caráter de ninguém!

Inácio de Loyola coloca no início desta etapa os exames. Ele precisou examinar sua vida a fundo, para livrar-se de diversos ídolos que aderiram a ele, por influxo familiar e social, e que faziam dele uma pessoa superficial. Examinar frequentemente os pensamentos (positivos/negativos), as palavras (bem-ditas/mal-ditas) e as obras (altruístas/egoístas) o ajudaram a sair do seu pequeno mundo autorreferencial (próprio amor, querer e interesse… EE 189)

  1. Coloque-se na presença de Deus e faça o santo sinal da Cruz.
  2. Faça a Oração Preparatória e peça a Deus nosso Senhor para que todas as suas intenções (pensamentos), ações e operações (sentimentos) sejam, neste momento, puramente ordenadas e colocadas a serviço e louvor de sua Divina Majestade.
  3. Peça com sinceridade que nada o desvie do seu Princípio e Fundamento: Ser filho no Filho e irmão de todos.
  4. Examine seus pensamentos, palavras e ações (sem cair no transtorno obsessivo-compulsivo), e escreva os ídolos que você “adora” e precisam ser descartados…
  5. Leia com fé Deuteronômio 8, 2-20.
  6. Finalize este tempo de oração com um colóquio de agradecimento a Deus por Ele libertá-lo de tanto ídolos e agora ajudá-lo a reconstruir positivamente sua vida. Pai-Nosso…
  7. Escreva no seu caderno de vida: Como se sentiu? Apelos surgidos? Dificuldades encontradas?
Fonte: Centro de Espiritualidade Inaciana – ITAICI, Vila Kostka