Olhar

Lc 21,29-33: “Passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão.”

Tu vens! Tu vens! Já escutamos teus sinais! Tenhamos um olhar focado na tua presença, dá-nos sabedoria e discernimento para perceber a tua Palavra em nossos corações. O Evangelho no v.32, nos diz que “tudo passa, menos a tua Palavra”, que a experimentemos no meio de nós em nossos atos e atitudes junto a nosso próximo.

O novo tempo se aproxima: – Advento. E, nos convida ao novo, a nos abrir, a deixar nosso egoísmo, pois estamos cercados de pessoas, que merecem serem valorizadas com gestos de sorriso, inclusive dentro de nossa casa, todos precisam de carinho. Como é importante, em nossas vidas estarmos em oração, que é como um combustível para o carro: sem ele, não anda. A oração, nos faz pensar nos irmãos, nos lança ao amor; nos coloca em saída de nós mesmos, nos convida a sermos doadores de esperança àqueles próximos a nós sem esperança.

O Reino de Deus, citado versículo 31, anunciado por João Batista (Mt 3,2), nos chamando à conversão e descrito pelo Senhor nas Parábolas: do semeador (Mt 13); semente da mostarda, e do fermento na massa (Lc 13,18-20), já se encontra presente entre os Apóstolos (Lc 17,20-21), contudo, ainda não chegou à plenitude. Jesus anuncia a chegada da plenitude do Reino e nos convida a esta petição na oração do Pai-Nosso: “Venha a nós o Vosso Reino”. Pois, no fim do mundo tudo será recapitulado em Cristo e Deus reinará definitivamente em todas as coisas (cf. 1Cor 15,24.28).

Senhor, Tu vens chegando no advento anunciando os traços do amor de Deus à humanidade. Renove em nós o teu Reino de amor.